Margem de Lucro vs Mark Up

Por solicitação de um amigo e investidor de Florianópolis, esse post visa a esclarecer um  pequeno equívoco cometido em alguns segmentos do varejo, bem como disponibilizar 2 tabelas sobre o assunto em questão.

A troca entre Mark Down (margem bruta ou margem de lucro), ou de cima para baixo, e Mark Up, ou de baixo para cima, é muito comum, mas merece atenção. Para exemplificar, pergunto se alguma vez você já ouviu falar que a margem de um produto era de 140%, ou qualquer outro valor maior do que 100%? Caso sim, tenha em mente que esse valor não é margem, e sim Mark Up.

O fato é que, em R$, são a mesma coisa, pois não passam do preço de venda menos o de custo, mas em % não devem ser confundidos, por um motivo simples: se eu utilizar o Mark Up, jamais poderei considerar esse percentual como base de referência. Para exemplificar, imagine um estabelecimento que fature 100 mil por mês com um Mark Down de 40%. Posso dizer, nesse caso, que o lucro bruto é de 40 mil. Agora, se 100% dessas vendas forem no cartão, a uma taxa de 4%, posso também dizer claramente que o lucro após o cartão é de 36 mil. Isso jamais poderá ser feito no Mark Up, pois a base para esse percentual é o preço de custo, e não o preço de venda.

Sendo assim, para os que utilizam uma forma ou outra, seguem duas tabelas, uma que parte da Margem de Lucro para a obtenção do Mark Up, e outra que parte do Mark Up para a obtenção da Margem Bruta. Para imprimi-las, clique aqui.

MARGEM DE LUCRO PARA O MARK UP

margem para mark up

 

MARK UP PARA A MARGEM DE LUCRO  mark up para margem